Choose your region

or choose our
SEARCH
REGION: BRAZIL

24/01/2018 | Berlin

Índice digital D21 para 2017/2018 revela que empresas alemãs estão atrasadas no quesito espaço de trabalho móvel

• O espaço de trabalho móvel está se tornando um fator competitivo para firmas
• As empresas têm que auxiliar os funcionários a adotar a digitalização
• A CHG-MERIDIAN novamente apoia o estudo D21 como parceiro

A revolução digital está ganhando território lentamente na sociedade alemã. Portanto, é de suma importância agora que as empresas tomem medidas para garantir que elas e seus funcionários estejam preparados para o futuro. Esse foi um dos achados do índice digital D21 para 2017/2018 (http://initiatived21.de/publikationen/d21-digital-index-2017-2018/), apresentado em Berlim na terça-feira. O estudo também determinou que o smartphone se estabeleceu, de longe, como o dispositivo final mais popular entre toda a população. No entanto, essa tendência está assumindo maneiras móveis de trabalho digital (‘trabalho remoto’) lentamente. “As empresas e autoridades públicas têm que desempenhar um papel maior no auxílio de seus funcionários para o aproveitamento de tecnologias digitais. Os funcionários em empresas ainda estão, principalmente, aprendendo habilidades digitais sozinhos, fora do trabalho. Os empregadores agora têm que manter o foco no aproveitamento desse potencial”, afirma Oliver Schorer, membro da Diretoria de Gestão e Chief Information Officer (CIO) da CHG-MERIDIAN, uma provedora non-captive de gerenciamento de tecnologia e serviços financeiros.

Como o índice digital comprova, as pessoas estão, de fato, cientes do ‘espaço de trabalho digital’ – ou seja, da capacidade de trabalhar de qualquer lugar utilizando dispositivos conectados. Por exemplo, um a cada cinco respondentes agora trabalha em uma equipe virtual que não conta com uma base específica. Formas móveis de trabalho também estão se tornando mais atraentes, e apenas 20% deles disseram que não estão interessados nelas. Medos de que o trabalho móvel poderia resultar em uma maior carga de trabalho geral também estão em declínio (queda de 5 pontos percentuais). Em geral, aqueles que responderam à pesquisa consideram a digitalização definitivamente como benéfica para suas carreiras e, especificamente, para novas oportunidades profissionais em seu setor.

Espaço de trabalho móvel: o ônus fica sobre as empresas

Apesar do interesse dos funcionários no trabalho móvel, relativamente poucos têm a opção de praticá-lo no momento. Apenas 16% daqueles que responderam à pesquisa têm acesso a ambientes de trabalho móveis; mesmo o número referente a funções estritamente administrativas é inferior a um terço. “É do próprio interesse das empresas melhorar isso”, explica Schorer. “Elas têm que desempenhar um papel maior no auxílio de seus funcionários para o aproveitamento da digitalização. Caso contrário, elas ficarão para trás em relação à concorrência em longo prazo. Temos que almejar uma combinação de habilidades digitais obtidas em casa e no trabalho. Os funcionários podem colaborar com isso utilizando sua própria infraestrutura digital. Um conceito corporativo customizado para dispositivos móveis nas linhas ‘de posse da empresa para uso pessoal’ desempenha um papel crucial nesse contexto.”

A Iniciativa D21 é a maior rede alemã sem fins lucrativos para a sociedade digital, consistindo em representantes da indústria e comércio, políticos, acadêmicos e organizações da sociedade civil. CHG-MERIDIAN é novamente uma parceira do estudo de índice digital D21.

Downloads

  • 01-2018_CHG-MERIDIAN_Comunicado Imprensa_D21-Índice digital (PT)

    docx, 88 KB
  • 01-2018_CHG-MERIDIAN_Comunicado Imprensa_D21-Índice digital (PT)

    pdf, 161 KB

CHG-MERIDIAN: A Empresa

CHG-MERIDIAN é uma das empresas líderes entre os provedores non-captive de serviços de gerenciamento de tecnologia para o setor de TI, industrial e da saúde. Com cerca de 900 funcionários, a CHG-MERIDIAN oferece a seus clientes um suporte abrangente para sua infraestrutura tecnológica – abrangendo desde consultoria, serviços financeiros e operacionais, até serviços de remarketing de equipamentos por meio de seus dois centros de tecnologia e atendimento na Alemanha e Noruega. A CHG-MERIDIAN oferece um eficiente gerenciamento de tecnologia para pequenas, médias e grandes empresas, como também para agências governamentais. Ela agora atende mais de 10.000 clientes ao redor do mundo, administrando investimentos tecnológicos valendo um total de mais de 4,6 bilhões de euros. O Sistema de Gestão Tecnológica e de Serviços TESMA® online proporciona a mais de 12.000 usuários transparência absoluta no gerenciamento de tecnologia. A Empresa conta com escritórios em 37 localizações distribuídas em 23 países espalhados pelo mundo; sua sede fica na cidade de Weingarten, no sul da Alemanha.